Red Envelope Group of the Three Realms – Capítulo 30


Capítulo 30 – Missão Cumprida


– Não seja tão difícil com você mesma. Você só fez isso porque não tinha escolha.

Chen deu a Lin um olhar reconfortante.

– Você acha isso? – Lin ficou atordoada. Ela se sentiu quente por dentro e seus olhos começaram a aquecer.

– Tola, por que eu teria ido resgatá-la se eu acreditasse que você o quisesse de todo o coração? – Chen perguntou suavemente.

O corpo delicado de Lin estremeceu – Chen tinha acabado de tocar o lugar mais suave de seu coração.

Lágrimas caíam de suas bochechas de forma incontrolável. Ela se virou e abraçou o braço de Chen com força. Enterrando seu rosto pequeno no ombro e começando a chorar.

– Obrigada… obrigada por acreditar em mim… – Lin abafou seus soluços.

Chen murmurou em sua orelha enquanto e acariciava suas costas levemente:

– Vá em frente de deixe tudo sair. Você vai se sentir muito melhor. Depois disso, envie todos os seus problemas para mim. Seja qual for o preso que você estiver carregando, eu o carregarei com você.

– Por… porque… porque você é tão bom para mim? – Lin soluçou.

– Por que você merece ser bem tratada. – Chen disse, sorrindo tranquilizadoramente.

Quando ele sempre estava faltando aulas, trabalhando em um emprego de meio período, Lin foi a única que o incentivava insistentemente a não desistir de seus estudos.

Lin também foi quem compraria o seu jantar e sopa quente quando tudo o que ele podia dar ao luxo de comer eram simples pãezinhos cozidos no vapor.

Esses pequenos atos de bondade, foram profundamente impressos no coração de Chen, para nunca serem esquecidos, por toda a eternidade.

Para seus inimigos, Chen nunca será misericordioso – ele será brutal e indecoroso.

Mas quando se tratava de seus amigos e pessoas em quem ele está em dívida, Chen valorizaria muito o seu relacionamento. Ele estaria mais do que disposto a ajudar. Ele definitivamente faria o possível para ajudar seus amigos.

Por isso, ele ajudaria Lin com o que ela precisasse.

Alguns minutos depois.

Lin se acalmou. Ela limpou suas lágrimas e contou lentamente a sua história:

– Tudo começou, porque meu irmão devia para alguns agiotas. Minhas mãos estavam atadas. Não tive escolha senão pedir dinheiro emprestado a Wong Jianren… Ele sabia que eu não tinha os meios para pagá-lo de volta, então ele propôs que eu passasse a noite com ele…

– Por que seu irmão pegou emprestado dinheiro em primeiro lugar?

– Pelo aspecto das coisas, não é algo que ocorreu de um dia para o outro. – Chen pensou.

– Jogando!

Lin apertou os dentes, um raio de raiva atravessou o seu rosto.

– Meu irmão é viciado em jogos de azar, e ele é um idiota – nove em dez, ele perderia. No passado, ele apenas jogava pequenas quantidades, e eu mal conseguiu pagar as dívidas que ele tinha com meu salário. Mas recentemente, ele se tornou mais ousado e jogou montantes maiores e as dívidas cresceram… para protegê-lo, estupidamente prometi a Wong…

– Não, você não é estúpida. Você é uma grande irmã. – disse Chen, sorrindo de orelha a orelha.

– Mesmo?

Lin franziu seus lábios, seus olhos brilhantes olhando para Chen.

– Claro, é a pura verdade. Eu juro, se eu estiver mentindo para você, eu me transformarei em um cãozinho. – Chen sorriu ironicamente.

– Você é um cãozinho! Um cãozinho fofo! – Lin sorriu, um par de covinhas hipnotizantes apareceram em suas bochechas.

Ao ver isso, Chen relaxou e ele riu:

– Bem, já que sou um cãozinho tão fofo, minha dona não devia me dar um beijo?

Chen apenas estava brincando com ela. Ele estava apenas brincando.

Nunca em seus sonhos mais loucos ele teria pensando que Lin realmente teria coragem de fazê-lo. Ela o agarrou pelos braços, aproximou seus lábios e beijou sus bochecha.

– Jesus Cristo!

Todo o seu corpo tremia, como se tivesse sido eletrocutado. Os cabelos em seu corpo estavam arrepiados.

Considerada como uma das quatro mulheres mais bonitas da escola, Lin era uma prova viva de que as deusas existiam.

No passado, Chen só podia admirá-la de longe.

Hoje! Hoje ele realmente foi beijado pela própria deusa!

Essa ocorrência afortunada pegou Chen de guarda baixa! Seu coração minúsculo estava tão eufórico que ele poderia simplesmente flutuar no espaço!

– Mais! Mais! O cãozinho quer mais!

Chen avançou para a próxima fase, franzindo seus lábios e pulando em Lin.

– Não! Não! Pequeno cãozinho, você não pode me explorar! Lin gritou, afastando-se rapidamente.

Seu lindo rosto estava vermelho e sua expressão era severa, mas havia uma sensação delicada em seu coração.

Na verdade, naquele dia no portão da escola, quando Chen a salvou dos bandidos, ela já desenvolveu alguns sentimentos em direção a Chen.

O que acabou de acontecer foi uma reação química entre Chen e Lin.

Mas, Lin ainda estava incerta sobre muitas coisas. Francamente, ela realmente não era corajosa o suficiente para aproveitar a situação.

– Hoje, agravamos severamente Wong.

Lin se compôs e disse de forma séria:

– Amanhã, vou entrar minha carta de demissão. Então, você vai dizer à escola que fui eu quem pediu que você enfrentasse Wong, assim, você não será expulso.

– Tola. Eu sou o único responsável por tudo isso. Como posso deixá-la ser a culpada? – Chen sorriu. Em seu coração, ele ficou magoado com suas palavras.

Lin insistiu obstinadamente:

– Você deve manter seu registro escolar! Imagine o que aconteceria se você fosse expulso da escola? Você pensou em seu futuro? E quanto a seus pais?

– Não se preocupe. – Chen deu um sorriso confiante e disse:

– Nós temos provas das atividades noturnas de Wong… estão na minha câmera agora. Ele definitivamente nos deixará quietos, ou então, ele vai cair!

– O quê? Deixe-me ver. – perguntou Lin, curiosa.

– Não, é muito pornográfico. Não são para os olhos de uma criança. – Chen riu.

– Você é a criança aqui! Eu sou sua professora! Vamos, deixe-me ver!

– Não, eu realmente não posso…

– Eu quero ver!

– Eu não estou com o meu celular!

– …

Depois disso, eles ficaram no bar um pouco mais.

Chen mandou Lin para casa e foi para a escola.

A noite aconteceu sem rodeios.

No dia seguinte, foi como Chen esperava.

Chen frequentava as aulas como de costume. Wong nunca apareceu.

Pouco tempo depois, ele ouviu que o pervertido tinha sido abusado pelas quatro flores douradas na medida em que sua boca permanecia espumando, e foi apressadamente para o hospital. Enquanto estava lá, ele pegou dois meses de licença de uma só vez.

Ele obviamente estava evitando Chen.

Chen pegou Wong com as calças abaixadas, literalmente! Wong só podia admitir a derrota!

Hoje, Chen acordou pela manhã e foi direto para os portões da escola.

Jing Fei já estava lá, esperando por ele.

Nem será necessário dizer que a operação de ontem foi bem-sucedida!

– Mestre, aqui. Seu celular!

Jing Fei devolveu o celular para Chen respeitosamente.

– Muito bom! Deixe-me ver os frutos do seu trabalho!

Chen sorriu ironicamente, enquanto abriu o baú do tesouro:

– Bom garoto! Há tantas coisas aqui?!

Dentro do baú, havia até alguns milhares de artigos de joias preciosas.

Ouro, jade, diamantes, ágatas, e todos os tipos, eram abundantes. Além disso, cada peça estava bem feita; tudo era da mais alta nível e qualidade.

– Ontem à noite, cheguei a joalheria de Dafeng. Eu consegui colocar tudo no seu baú do tesouro. O preço de mercado estimado para todas as joias é de cerca de cem milhões! – Jing Fei explicou.

– Cem milhões? Impressionante! – Os olhos de Chen brilharam quando ele ouviu o número.

Desta vez, não só ele havia mexido com Shi Dafeng, mas também encheu seu próprio pequeno cofre de ouro. Isso é tão emocionante! – Muito bem! Você fez muito bem!

Chen retirou o sorriso e disse solenemente:

– Depois disso, vá verificar. Por quanto ele penhorou sua joalheria?

– Você… você está pretendendo assumir a joalheria? – Os olhos de Jing Fei se arregalaram de choque.


Capítulo Anterior | Próximo Capítulo