NEET Receives a Dating Sim System - Capítulo 28


Capítulo 28 – Recém-chegado


[Bullet Time]… Apenas o nome dessa técnica fez com que ela soasse uma habilidade divina.

Cheio de expectativas, Seji abriu uma descrição mais detalhada da habilidade.

[Técnica Quebrando Limites – Bullet Time]… De acordo com o sistema, depois de ter trocado por este cartão, seu corpo despertaria uma habilidade que poderia atingir os limites do potencial humano.

Especificamente, em situação perigosas, como quando ele foi ameaçado por tiros ou prestes a ser atropelado por um carro, todos os limitadores na habilidade física de seu corpo seriam removidos, e ele entraria em um modo de pico de adrenalina. Isso retardaria sua percepção do tempo, o que lhe permitiria fazer reações ultrarrápidas para evitar um perigo iminente.

Uma técnica divina! Esta era definitivamente uma técnica de nível deus, e o mais importante, era uma habilidade para salvar a vida.

Seiji queria mais do que qualquer coisa…

Embora ele tivesse a capacidade de trapacear salvando e carregando, ele estava muito preocupado com o que poderia ocorrer se ele morresse antes de ter uma chance de carregar!

O que aconteceria se ele de repente morresse antes que ele pudesse carregar? Ele carregaria automaticamente o arquivo de salvamento mais recente, ou ele realmente morreria? Ele não sabia, nem queria experimentar a verdade. Afinal, e se ele morresse de verdade?

Assim, pode-se dizer que esta era atualmente sua única fraqueza.

Devido a isso, quando ele notou que o homem com medo tinha a intenção de tirar uma arma, ele instantaneamente decidiu carregar. Ele conseguiu acertar perfeitamente, de modo que ele conseguiu derrubar a arma antes que o homem assustado pudesse reagir e disparar!

Mas e se ele não visse isso? Por exemplo, se um inimigo estivesse atirando nele a um longo alcance…

Além disso, e quanto a ficar envenenado? Ou ser emboscado enquanto ele está dormindo? Se ele pensar sobre isso com cuidado, na verdade, havia muitas situações difíceis de lidar.

Depois de ter considerado todas as possibilidades, essa habilidade [Bullet Time] parecia ainda mais valiosa.

Mesmo que ela não fosse suficientemente poderoso para garantir segurança total, provavelmente era adequada para lidar com muitas situação perigosas que ele não seria capaz de lidar.

Era hora de comprar! Ele deve trocar por ela!

O preço por ela era de… 75 pontos! E isso foi depois que o sistema deu um desconto de “apenas uma semana”. O preço original… era de incríveis 150 pontos!

Como esperado de uma [Técnica Quebrando Limites]… Parecia que ser capaz de empurrar um corpo humano para os limites máximos não era barato.

– Acabei de receber 15 pontos, e com o bônus de 10 pontos, agora são 25. Então eu preciso ganhar mais 50 pontos em uma semana para comprá-la enquanto está em desconto. – Seiji murmurou para si mesmo.

Para 50 pontos, ele conseguiria obter 28 pontos grindando [Cantar] e [Dançar] por sete dias. Era possível ganhar mais 22 pontos trabalhando?

– Trabalhar me dá 4 pontos de cada vez, então eu posso obter o suficiente após 6 dias de trabalho. Deve ser possível. – Seiji ficou confiante sobre isso depois de fazer alguma matemática simples.

– Mas ainda está cortando isso… Esses pontos… se algo acontecer, eu não ter o suficiente. Hmm… preciso elaborar um método para obter mais pontos.

Estava na manhã de sábado. Esta manhã de sábado marcou o primeiro dia de trabalho de Hoshi Amami.

Ele estava trabalhando na confeitaria da tia, Gosto Divino, onde ela era a gerente da loja e proprietária.

Na realidade, Hoshi tinha algumas reservas sobre trabalhar para sua própria família, mas porque suas irmãs mais velhas se opuseram fortemente à ideia de ele trabalhar – mesmo que ele quisesse – o único lugar em que concordaram em comprometer-se e permitir que ele trabalhasse era a loja da tia. Mesmo esse compromisso exigia argumento desesperado da sua parte.

Hoshi não podia deixar de suspirar quando seus pensamentos se voltaram para suas irmãs mais velhas.

Mesmo que elas tivessem seus problemas individuais, em geral, elas eram todas muito amável para ele.

No entanto, ele já estava na nona série e, como muitos adolescentes, ele desejava um certo grau de independência. Infelizmente, suas irmãs mais velhas eram muitos “amáveis” com ele!

Hoshi estava agradecido elas terem cuidado dele desde que ele era um bebê. Mas ele já era quase um estudante do ensino médio, e suas irmãs ainda estavam “mimando” ele de todas as formas possíveis – Era na medida em que pareceu bastante estranho para ele!

Embora ele estivesse “mimado”, ele também tinha que obedecer a muitos dos limites de suas irmãs, e ele possuía zero privacidade. Não só suas irmãs sabiam sobre seu topo favorita de garotas, bem como onde estava escondido seu acervo pornô, elas sabiam até quantas vezes na semana ele fazia com sua mão… Era demais para ele!

Não muito tempo atrás, ele finalmente havia inventado a coragem para se confessar para uma garota com a qual ele havia estado interessado há muito tempo, mas ele foi rejeitado com a frase: “Eu prefiro um tipo mais viril – Amami-kun, você é um pouco…”

Hoshi sofreu um enorme golpe devido à natureza dessa rejeição. Depois de estar deprimido por uma semana inteira, ele finalmente decidiu se mudar!

Ele queria melhorar sua personalidade e espírito independente, e ele sentiu que o trabalho era uma excelente maneira de começar. Também lhe permitiria ganhar algum dinheiro. Afinal, como um otaku, seus hobbies exigiam algum dinheiro.

No entanto, suas irmãs se opuseram fortemente que ele trabalhasse, e com uma resistência desesperada de usa parte para que finalmente concordassem com esse compromisso.

No vestiário da loja, Hoshi se trocou para o uniforme da loja enquanto silenciosamente encorajava-se a ter confiança.

‘Minha tia disse que desde que eu fizesse um bom trabalho, e todos os meus sêniores serem pessoas legais… Não será um problema; eu posso fazer isso!’ Ele ficou na frente de um espelho e repetidamente dizia palavras de encorajamento mentalmente.

O espelho refletiu um menino magro com cílios finos e longos, olhos cianos suaves e gentis, cabelos castanhos avermelhados que eram brilhantes e lustrosos. Seus lábios tinham sobras leves vermelhas… Ele era tão lindo que não parecia ser um garoto.

Quando ele era mais novo, Hoshi sentiu que não tinha problemas com o seu rosto. No entanto, ao envelhecer, ele percebeu gradualmente que sua própria aparência tinha uma falha crítica – ele parecia muito com uma garota!

Depois de perceber isso, lentamente se tornou ciente de que algumas situações às quais ele já estava acostumado – tais como meninos que se ruborizavam ao vê-lo, uma grande agitação sempre que ele entrou no banheiro dos homens, todos os outros meninos evitando olhar em sua direção ao trocar de roupa para a classe P.E, e até mesmo recebendo cartas de amor ocasionalmente de meninos que ele não conhecia… Todos essas foram realmente ocorrências anormais!

Com um rosto tão lindo e um corpo magro, era natural que ele fosse visto como menina.

Mas isso foi de pouca importância.

A partir de hoje, ele trabalharia duro para se mudar!

Hoshi ajustou bem seu uniforme.

Neste momento, a porta do provador abriu.

– Bom dia… Oh? Um Recém-chegado?

– S… sim!

Hoshi se virou e olhou para quem era. Seus olhos se tornaram instantaneamente como pires redondos.

Tão bonito!

A pessoa que entrou era um menino alto e bonito, cujos músculos estavam abaulando sob sua jaqueta. Ele tinha um sorriso gentil no rosto, e toda a sua pessoa parecia viva e brilhante.

Hoshi ficou atordoado… nunca tinha visto um menino tão bonito.

Mesmo que possa parecer narcisista, além da TV e das revistas, ele nunca viu um menino mais bonito do que ele antes! E esta foi a primeira vez em toda a vida que ele admitiu a derrota no departamento de aparência. Além… o outro garoto parecia tão viril!

Isso estava certo, não só esse menino era mais bonito que ele, o outro garoto não parecia feminino, apenas bonito.

Ele… tinha basicamente a aparência ideal para Hoshi!

– Hm… você deve ser o recém-chegado mencionado pela gerente; você é seu sobrinho, certo? – O menino bonito entrou em seu próprio armário e começou a se trocar enquanto observava Hoshi com um toque de diversão:

– Ela descreveu sua aparência perfeitamente, você realmente parece uma menina.

Hoshi sentiu que acabara de ser esfaqueado.

Havia… mesmo sua tia o via assim? Ele só podia sorrir amargamente.

– Oh? Você parece realmente se importar? – O menino bonito parecia detectar o desapontamento de Hoshi e arqueou as sobrancelhas enquanto tirava também a camiseta e o jeans. Revelando seus músculos fortes em todo o corpo.

– Peços desculpas… mais uma vez que é algo que você também conhece, então você só precisa trabalhar arduamente e enfrentá-lo. Fique reto e seja espirituoso! Se você está angustiado e ficar deprimido o tempo todo, as pessoas vão pensar que você é ainda mais parecido com uma garota.

O menino bonito colocou seu uniforme de trabalho suavemente enquanto conversava e organizava sua aparência de forma prática antes que de sorriu brilhantemente para Hoshi.

– Vamos trabalhar, recém-chegado!

– Oh… sim! Sênior!

Hoshi respondeu reflexivamente alto e seguiu seu sênior bonito para fora do vestiário.

Não demoraria até que Hoshi soubesse que o nome desse menino bonito era Seigo Harano, e que ele era o empregado mais popular, o número 1 da confeitaria Gosto Divino.


Capítulo Anterior | Próximo Capítulo