Bringing The Farm To Live In Another World - Capítulo 32

Tradutor: Imperatriz Devaneio | Editor: Imperatriz Devaneio

Capítulo 32 – Semeando Sementes


Zhao Hai chegou ao escritório no andar de cima que Greene havia preparado anteriormente. Havia uma coleção de livros, mas não muitos. Havia também alguns memorandos de escrita, e não faltavam papéis de escrita e canetas.

O que o surpreendeu foi que havia vários tipos de canetas. Algumas eram feitas de penas, algumas eram feitas de ossos e outras eram feitas de metal e tinham forma de canetas de assinatura. Pincéis de escrita, canetas de carvão, lápis, misturas orientais e ocidentais, antigas e novas, todas fizeram os olhos de Zhao Hai se abrirem.

Mas Zhao Hai não ficou impressionado com o papel. Eles não eram papel branco como ele esperava. Eles eram amarelos, como pele de vaca, que ele havia visto antes quando era pequeno. Esses papéis eram muito duros e muito mais grosseiros do que a pele de vaca.

Zhao Hai ficou sem fala. Nas memórias de Adam, havia visões de flores caindo, nevascas e fases da lua, bem como sons de cães e cavalos. No entanto, não havia uma única lembrança sobre os papéis e canetas. Isso deve dizer que tipo de pessoa Adam era.

Zhao Hai usou uma caneta de carvão para desenhar uma pedra de moinho e um rolo em um papel, em seguida, levou-a para An.

An olhou para o papel e respondeu: “Eu posso fazer essas coisas, jovem mestre. Nós geralmente usamos coisas semelhantes para moer arroz. Não é o mesmo, mas chega perto.”

Zhao Hai relaxou com isso e assentiu. “Ótimo. Meg, organize 40 homens e faça com que eles aprendam como fazer essas duas coisas para An. Faço um pouco mais. Estes são para fazer farinha. Temos muitas pessoas aqui e pode não ser o suficiente se menos forem feitas.”

Meg assentiu com um som e Zhao Hai continuou: “Os 10 restantes irão subir a montanha para cortar grama, e nós vamos fazer as mulheres aprenderem a tecer grama com Ju. Nós temos que pendurar tapetes de grama em todas as casas no menor tempo possível. Se as pessoas que conhecem algum artesanato vierem até vocês, vocês devem me dizer. Além disso, diga aos escravos que, se dormir no chão for muito frio, eles podem cobri-los com talos de milho. Temos muitos poucos recursos agora, então não podemos deixá-los dormir em camas, mas dormir constantemente no chão causará doenças. Colocar alguns talos de milho será o suficiente para servir de cama por enquanto.”

Meg assentiu novamente com um som. Ela sabia que não havia muito que os escravos pudessem fazer. A terra do feudo não tinha sido melhorada, e não havia muita limpeza a ser feita nas minas.

Após dar as instruções, Zhao Hai e os outros deixaram o lugar. Eles se encontraram com Maylin na sala de estar, que os avisou que o café da manhã estava pronto.

Na mesa de jantar, Zhao Hai retransmitiu o que ele havia arranjado para Maylin, que não se opôs. Processar farinha era bastante útil, então o arranjo de Zhao Hai não poderia ser melhor.

Depois do café da manhã, Meg imediatamente arrumou as pessoas de acordo com as instruções de Zhao Hai. Ela deixou Rockhead levar An e os outros para encontrar pedras adequadas para fazer os rolos e os moinhos, enquanto ela estava no comando das mulheres, que então se sentaram no chão e começaram a tecer grama.

O castelo inteiro estava movimentado, mas Zhao Hai e Maylin não estavam no castelo. Desta vez, eles estavam no vale depois de viajar pelo lago, apenas os dois. Não havia nenhum perigo afinal, e seria mais fácil para Maylin se uma pessoa a menos precisasse ser carregada.

Ao chegar ao vale, Zhao Hai olhou para os 10 acres de solo que ele melhorou. Depois de chegar que não houve mudanças, ele melhorou outro lote de terra. 10 acres, como antes.

Uma vez que Zhao Hai terminou com a melhoria do solo, Maylin disse: “Jovem mestre, que tal deixarmos os escravos virem aqui e varrerem o solo e plantarem algo nele primeiro?”

Zhao Hai balançou a cabeça, pois ainda queria realizar um experimento com esse terreno. Ele nunca esqueceria que a pá dentro do espaço poderia ser tirada dele para uso e virar até 10 acres de solo todos os dias. Enquanto isso, ele queria saber se as coisas dentro do espaço poderiam ser controladas depois de sair dele. Se pudessem, então ele poderia plantar 10 acres de grãos por conta própria todos os dias.

Maylin sabia que Zhao Hai devia estar tentando fazer alguma coisa quando ele balançou a cabeça, então ela não disse mais nada.

Com um pensamento, a pá saiu do espaço, imediatamente começou a escavar o solo. Quando Zhao Hai pensou em semear as sementes, sementes de milho saíram do espaço e caíram no solo invertido. Ele relaxou quando confirmou que as sementes haviam sido plantas corretamente.

Mas Zhao Hai também descobriu um problema, que era que nenhum dos objetos do espaço poderia deixar os 10 acres de solo. Eles só podiam se mover dentro de seu perímetro e eram incapazes de executar tarefas complexas. Por exemplo, a pá só podia virar o solo e era incapaz de fazer muito mais, enquanto as sementes não podiam ser usadas para outra coisa senão o plantio. Ele também queria testar o que a água do espaço poderia fazer, mas não conseguiu usá-la novamente depois de melhorar o solo anteriormente.

Zhao Hai não estava satisfeito. Se a água do espaço pudesse ser mudada como ele quisesse, então talvez ele pudesse usá-la como arma. No entanto, só poderia ser usada para regar o solo.

Comparado a sua insatisfação, Maylin ficou extremamente chocada. Ela não esperava que Zhao Hai pudesse plantar sementes no solo da mesma maneira que ele fez no espaço.

Depois de mais de 2 horas, os 10 acres de solo foram plantados. A pá voou de volta para o espaço por conta própria e as sementes não apareceram mais. Mesmo que fosse apenas 10 acres, ele estava contente que poderia manter a esse ritmo.

Zhao Hai perguntou: “Vovó Maylin, você pode usar a magia da água para regar este local?”

Maylin voltou aos seus sentidos e assentiu. Ela caminhou até uma poça e entoou um encantamento em tom baixo, que demorou um pouco mais do que o habitual. Depois de um tempo, um corpo de água flutuou da poça, ele aumentou de tamanho no ar antes de se transformar em gotas de chuva que caíram na plantação.

Zhao Hai sentiu as maravilhas da magia mais uma vez. Esta foi uma chuva artificial genuína.

Na verdade, ele não sabia que nem todo mago podia fazer isso. Apenas magos de alta classe como Maylin poderiam, e isso era apenas magia de apoio, não uma ofensiva. Era muito mais simples que magia ofensiva.

Não havia nada que valesse a pena criticar sobre o controle de Maylin sobre a magia. Não demorou muito para o chão ficar úmido e ela imediatamente anulou a magia depois disso.

Zhao Hai falou para Maylin: “Vovó Maylin, embora as plantas aqui não possam amadurecer tão rapidamente quanto dentro do espaço, este lugar é à base da nossa sobrevivência. Receio que o espaço desaparecerá um dia. É por isso que estou com pressa para melhorar o solo.”

O rosto de Maylin mudou de cor quando ouviu o que Zhao Hai disse. “Que os deuses nos abençoem. Espero que o espaço do jovem mestre nunca desapareça.”

Zhao Hai sorriu. “Tudo bem, vovó Maylin. Eu só posso melhorar 10 acres hoje, então vamos voltar.” Maylin assentiu e seguiu Zhao Hai para a caverna.

Embora tenha sido muito emocionante andar nas ondas, Zhao Hai esperava poder montar um barco em breve. É só que eles não tinham materiais para construir um e ninguém sabia como construí-lo, então ele só podia imaginar.

Apenas quando os dois saíram da caverna, eles ouviram um som assobiando vindo de uma mina não muito distante. Eles olharam naquela direção e descobriram que Rockhead estava conduzindo An e os outros para trazer as pedras escavadas para fora da caverna.

Zhao Hai andou apressadamente, enquanto ele queria dar uma olhada nas pedras. Claro, ele não sabia se a pedra era boa ou ruim. Ele só queria ver se as pedras eram grandes o suficiente.

Uma pedra chamou sua atenção, cuja forma era irregular. Tinha cerca de 1,5 metros de altura e cerca de 3 metros de largura no seu ponto mais estreito e cerca de 5 metros de largura no seu ponto mais largo. Rockhead e os outros trouxeram muitas cordas, eles as usaram para amarrar a pedra e arrastá-la para fora da caverna, pouco a pouco.

Zhao Hai falou rapidamente: “Tudo bem. Coloquem-na no chão. Eu vou levá-la de volta, então vocês vão se ocupar com outra coisa.”

An e os outros escravos olharam para Zhao Hai em confusão, enquanto Rockhead sabia que Zhao Hai iria pegar a pedra usando o espaço. Sem mais explicações, Rockhead disse a An e os outros: “Tudo bem, todos ponham a pedra no chão e peguem outra na caverna. Não precisamos nos preocupar com isso.”

An e os outros não ousaram desobedecer às palavras de Zhao Hai e Rockhead. Eles colocaram a pedra na frente de Rockhead e desataram as cordas ao redor dela.

Uma vez eu não havia cordas ao redor, Zhao Hai moveu sua mão e colocou a pedra no depósito do espaço. An e os outros assistiram com os olhos arregalados. Eles nunca tinham visto os vários poderes surpreendentes que apenas os poderosos nobres tinham. Escravos como An e os outros nunca tinham ouvido falar de equipamentos espaciais, muito menos já viram um sendo usado.

Contudo, eles sabiam sobre as maravilhas da magia. Eles assumiram que Zhao Hai usou magia, o que fez com que todos trabalhassem e pensassem em seus corações: “Então o mestre é um mago capaz…”

Zhao Hai não prestou atenção a eles e seguiu Maylin de volta para o castelo. No caminho de volta, viram vários escravos homens cortando as gramas secas na montanha.

Zhao Hai não os ajudou a pegar as gramas de volta. Elas eram leves, então ele apenas os deixou lidar com isso.

Os dois viram que haviam muitas mulheres sentadas no chão, que estavam sendo conduzidas por Meg e Ju para se dedicarem à tecelagem de grama. Algumas mulheres levavam talos de milho do lado de fora do castelo para as casas dos escravos.


Capítulo Anterior | Próximo Capítulo